Jornal em Movimento
Pesquisa

Palestra sobre Turismo Acessível/ Inclusivo
Por Engrácia Bastos (Professora), em 2015/02/27419 leram | 0 comentários | 103 gostam
A turma 11ºD participou em palestra sobre Turismo Acessível, no âmbito da disciplina de Turismo e Técnicas de Gestão.
Lucas Freitas
No dia 25 de fevereiro, a turma D, do décimo primeiro ano, do Curso Profissional de Turismo Ambiental e Rural, foi contemplada com uma palestra sobre Turismo inclusivo ou acessível, ou seja, destinado a pessoas portadoras de deficiências físicas ou mentais.
A palestra, inserida no âmbito da disciplina de Turismo e Técnicas de Gestão, foi conduzida pela Dra. Sandra Anacleto, detentora de um Mestrado nesta área. Realizou-se na biblioteca da escola, onde estavam presentes, para além dos alunos da turma, um outro aluno da escola, portador de deficiência motora, e as docentes Engrácia Bastos e Ivone Silva, responsáveis pela dinamização do evento.
A Dra. Sandra começou por fazer uma breve introdução ao turismo e, posteriormente, passou para o assunto central que foi a deficiência. Falou-nos sobre os direitos que as pessoas portadoras de alguma deficiência têm, nomeadamente o direito a viajar como qualquer outra pessoa e de conhecer novos locais pelo mundo fora. Como todos sabemos, existem vários tipos de deficiências, entre as quais a visão, que foi abordada de forma mais abrangente. Ficamos a saber que, no mundo todo, 285 milhões de pessoas têm deficiência visual e que uma menor parte desse número é constituída por cegos, mas, a maior parte, apenas tem dificuldades ao nível da acuidade visual, os ambliopes. De seguida, exibiu um mapa com a distribuição de pessoas com deficiências visuais, em Portugal, onde tivemos a possibilidade de verificar que o Norte é o mais afetado por este problema. Além disso, fez referência às várias adaptações a que as empresas de turismo devem sujeitar-se para atenderem às necessidades deste grupo de pessoas, para que não se sintam de alguma forma excluídas da sociedade. Abordou, ainda, os tipos de processos efetuados para a realização destas atividades, os requerimentos necessários para a sua prática e os meios utilizados. Por fim, falou-nos sobre os sucessos de pessoas portadoras de alguma incapacidade motora ou mental que não desistiram e que tiveram êxito na vida, assim como de várias instituições próprias para este tipo de pessoas e de associações que temos no nosso país.
Para finalizar, na minha opinião, foi uma palestra muito interessante e construtiva, que, de certa forma, nos deu a compreender uma área tão específica do turismo e que é importante para nós, porque também poderá vir a ser uma oportunidade profissional no nosso futuro próximo.
Fica desde já um muito obrigado por esta palestra que foi muito agradável e enriquecedora.

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário