Jornal em Movimento
Pesquisa

Visita de estudo ao CCVF
Por Engrácia Bastos (Professora), em 2015/05/23415 leram | 0 comentários | 99 gostam
Turma do 11ºD realizou uma visita de estudo ao CCVF (Centro Cultural Vila Flor), em Guimarães: "Um Teatro por dentro e por fora"
Lucas Freitas

No passado dia 19 de maio, a turma D do 11º ano do Curso Profissional Técnico de Turismo Ambiental e Rural realizou uma visita de estudo ao Centro Cultural Vila Flor (CCVF), intitulada “Um Teatro por dentro e por fora”, no âmbito da disciplina de Turismo e Técnicas de Gestão. A visita foi conduzida pela Dra. Sandra Barros, responsável da programação das artes performativas, que nos recebeu e nos deu a conhecer os interiores do palácio, em especial do centro cultural, bem como alguns dos processos subjacentes à promoção de eventos no local.
Começámos por sair da escola por volta das 15:00 horas e fizemos todo o percurso a pé até ao local. Após o encontro com a Dra. Sandra junto à bilheteira do Palácio Vila Flor, fomos para um espaço próximo do auditório pequeno, onde nos sentamos em círculo, tendo sido feito um enquadramento da visita pela anfitriã. Colocou algumas questões ao grupo sobre o que realmente pensávamos sobre as funções daquela instituição cultural e os propósitos da visita. Após uma pequena conversa, dirigimo-nos para dentro do pequeno auditório, com capacidade para acolher cerca de 200 pessoas. Subimos ao palco e a Dra. Sandra prestou alguns esclarecimentos sobre os materiais utilizados nos palcos e na sala, assim como equipamentos, nomedamente projetores, a cortina régia, a regi, a cortina bambolina e as funções específicas de cada peça/objeto. De seguida fomos para uma outra sala, embora mais pequena, com espelhos, mais parecia uma sala de ensaio prévio aos espetáculos. Estivemos pouco tempo, porque avançámos para o sub-palco - uma secção na parte de baixo do palco do auditório grande do centro cultural. Foi uma parte engraçada, pelo que é um sítio que não estamos acostumados a ver e foi interessante por causa dos blocos de madeira quadrados que revestiam o teto, que podem ser retirados para dar algum efeito à peça que esteja a decorrer no palco. Posteriormente, deslocámo-nos para outro local onde pudemos ver vários dos materiais que são utilizados nas peças e eventos. Entretanto, fomos no elevador para acedermos ao auditório principal, cuja capacidade ascende a 800 pessoas.
Na parte final da visita, sentámo-nos nuns sofás onde a Dra. Sandra partilhou connosco uma história sobre aquela expressão castiça que as pessoas que trabalham no teatro habitualmente dizem antes de iniciarem os espetáculos: “muita merda”.
A meu ver foi uma visita muito interessante, pois tive a possibilidade de adquirir novos conhecimentos e aprendizagens, tendo sido uma oportunidade única para conhecer um pouco mais sobre os bastidores do teatro.
Após terminada a visita, demos as nossas despedidas e agradecimentos e, por fim, posámos para uma foto conjunta no exterior do CCVF. Tudo isto não seria possível sem a ajuda e esforço da professora Engrácia Bastos. Obrigado!

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário